Tag Archives: consciência

Nosso presente para Belém

12 jan

Hoje 12 de janeiro é o aniversário de 396 anos da nossa querida Belém. Uma cidade cheia de encantos, cheiros e sabores. Muita gente reclama de Belém, que é muito quente, desorganizada, cidade de trânsito caótico e principalmente suja. Eu vejo todos esses defeitos em minha cidade. Porém o meu encantamento é tanto por aquilo que acho bonito na cidade que essas coisas nem arranham o meu sentimento de querer bem por ela. Na verdade eu tento sempre vislumbrar essa cidade em condições melhores, para mim uma das capitais com um dos maiores potenciais turísticos do Brasil, uma pena que nossos governantes dêem importância maior apenas para os segmentos do estado que já estão consolidados, como a agropecuária e a mineração. Mas o nosso amor por Belém resiste. E persiste. Nosso presente é este adesivo acima para ser colocado nas janelas dos ônibus e carros. Por que precisa que se modifiquem esses hábitos. Por que a gente vê muito isso acontecendo todo dia: pessoas jogando lixo pela janela. E nossa esperança é que por essas mesma janelas possamos ver no futuro um cenário mais limpo e organizado, mais digno para a beleza e história dessa cidade das mangueiras. Baixe o adesivo aqui.

Proposta de Novo Código Florestal Brasileiro é ultrajante. Não podemos deixar passar.

17 nov

Compartilhe nas suas redes.

As florestas são a maior riqueza do nosso país. Com investimentos em pesquisa o Brasil tem potencial para se tornar um dos maiores exportadores de medicamentos e cosméticos, só pra citar dois grandes ramos industriais que dão lucros altíssimos no mercado mundial. E o melhor de tudo, explorando esses recursos de maneira sustentável, nossos ganhos podem ser pra sempre. Não precisamos de mais áreas para cultivar alimentos. Precisamos é de investimentos em ciência e tecnologia para explorar de forma mais eficiente nossos solos no plantio, ou mesmo utilizando técnicas como a agrofloresta que é o cultivo de alimentos simulando a forma como isso acontece na natureza, mantendo a floresta e sua biodiversidade, evitamos as pragas e a degradação do solo que ocorrem nas grandes áreas de cultivo de monoculturas. Vamos ficar alertas meus amigos essa discussão é extremamente importante, mais do que para nós, para nossos filhos e netos. O que vem ser discutido no Senado é se daremos anistia aos grandes destruidores das florestas, que já nos deixaram apenas com 63% de nossa cobertura vegetal original, e se vamos permitir que eles explorem mais 50% disso que nos resta. Mais uma vez o Congresso, coloca em pauta mudança na lei que favorece a muitos deles mesmos (vários congressistas são donos ou vinculados com os negócios madeireiros, agrícolas e pecuários, principais interessados na mudança do Código Florestal para pior), ignorando aquilo que qualquer ser com um mínimo de informação vê que não é favorável para o bem da coletividade. Temos que fazer barulho nas mídias sociais. Não podemos deixar que esse código seja endossado da forma como está. Este cartaz é a minha forma de gritar contra isso. Imprima ou compartilhe pelas redes sociais.